My photo
Um escritor, um poeta, um aventureiro,

Saturday, 13 March 2010

MG Ruak: Xanana vitimizado e F-FDTL criminalizado por terem defendido o pais no momento da guerra e da crise de 2006


Dili - (FH short news) O Chefe da Forcas Armadas de Timor-Leste, Major-General Taur Matan Ruak, defendeu hoje nas instalações das F-FDTL em Metinaro no sul da Capital Timorense que os membros das Forças de Defesa Nacional estão sendo criminalizados por terem defendido o país em tempos de guerra (crise politica e militar de 2006).


O ex-guerilheiro Ruak relembrou também que o seu companheiro, ex-presidente do CNRT na sigla antiga, o ex-presidente da Republica (2002-2007) e actual Primeiro Ministro de Timor Leste Kay Rala Xanana Gusmão era considerado um criminoso pelos Indonésios quando estava a lutar pela auto-determinacão de Timor Leste.

Em 2006, do mesmo modo, todas as culpas da crise politico militar provocada sob o governo da maioria absoluta de Alkatiri também foi atribuída a Xanana Gusmão pelos responsáveis do governo justificado por um simples discurso a nação que teria contribuído para o agravamento do "divisionismo entre lorosae vs loromonu" mas nada se diz sobre os responsáveis politico, moral e administrativo do governo atraves de Roque Rodrigues do ministério da Defesa e Rogério Lobato da Administração Interna do governo liderado por Mari Alkatiri, actual líder da Oposição Maioria Parlamentar.

As armadas das F-FDTL e PNTL descobertos nas mãos de civis sem quaisquer cobertura legal mas o gabinete da crise criada na altura, parece ter ignorado as suas próprias responsabilidades, apenas os responsáveis operacionais estão a ser criminalizados por terem cumprido ordens dadas e condenados, por isso, a prisão mas os mandantes permanecem excluídos fora do processo "o nosso primeiro-ministro Xanana estava no mato a defender a sua pátria, o Tribunal Indonésio condenou-o como um criminoso e agora estamos sendo criminalizados, no momento em que agimos em defesa dos interesses de Timor Leste", Matan Ruak fez esta declaração hoje (12/3) a media áudio e visual, em Metinaro, Dili a margem da decisão judicial em sentenciar 24 pessoas (alguns militares e civis armados por F-FDTL) no processo dos atentados contra o Presidente da República e o Primeiro Ministro de Timor-Leste, Ramos Horta e Xanana Gusmao, respectivamente.

Fonte: Radio e Televisao Timor Leste (RTTL), 12 de Marco de 2010

No comments:

Post a Comment