My photo
Um escritor, um poeta, um aventureiro,

Tuesday, 17 November 2009

CARTA DE SÓCRATES A XANANA REITERA INTERESSE EM VISITAR TIMOR-LESTE


.

MSO – Lusa – 17 Novembro 2009

Díli – O primeiro-ministro José Sócrates enviou uma carta ao seu homólogo timorense, Xanana Gusmão, manifestando disponibilidade para visitar o país, revelou hoje à Lusa fonte diplomática.

“O primeiro-ministro José Sócrates acabou de enviar uma carta ao nosso primeiro-ministro Xanana Gusmão reiterando a ideia de visitar Timor-Leste, uma visita que não pôde ser feita na última legislatura e que aguardamos com interesse”, disse à Lusa Zacarias da Costa, ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste. "Saudamos essa disponibilidade do primeiro-ministro português para visitar Timor-Leste nos próximos meses e estamos apenas a acertar datas."

De acordo com o ministro, as relações entre os dois países “estão numa fase muito boa, ou mesmo excelente”, estando a ser negociado com Portugal “um quadro de créditos ao investimento que os dois ministros das Finanças poderão assinar em breve”.

“No próximo ano, iremos olhar para o novo quadro indicativo de cooperação e temos também ideias em relação ao reforço e consolidação da língua portuguesa em Timor que terá de mobilizar a maior parte dos recursos investidos na cooperação portuguesa”, disse Zacarias da Costa.

Segundo o chefe da diplomacia timorense, o facto de alguns membros do Governo terem transitado do anterior executivo liderado por José Sócrates é um factor que facilita as negociações:

“Temos um novo Governo em Portugal que, de alguma forma, é a continuação do anterior, com o mesmo primeiro-ministro, o mesmo ministro das Finanças, o mesmo ministro dos Negócios Estrangeiros e o mesmo secretário de Estado da Cooperação. Os actores são os mesmos e conhecemos o compromisso para aprofundar a cooperação entre os dois países.”

Zacarias da Costa faz questão de salvaguardar que as boas relações de Timor-Leste com Portugal “não são com este ou aquele governo, mas com todo o povo português.

“Temos uma relação com Portugal muito diferente daquela que temos com os outros países porque é uma relação cultural e afectiva”.

A diplomacia timorense está também na expectativa quanto ao futuro da União Europeia, de que Portugal faz parte, futuro que poderá condicionar as relações bilaterais:

“A União Europeia está a atravessar um momento de transição muito importante, caminhando para uma nova fase depois da aprovação do Tratado de Lisboa", disse. "Essa nova fase vai ter reflexos na política externa, que será conduzida por um único ministro dos Negócios Estrangeiros e cujas competências serão muito mais claras até 2012."

"Estamos a acompanhar e a ver como é que a situação vai evoluir, para verificar como é que cada país, dentro da União Europeia, irá ou não de alguma forma alienar as suas competências e responsabilidades em matéria de política externa", acrescentou Zacarias da Costa. "Terá uma influência grande para Timor-Leste e para o resto do mundo, na media em que teremos de olhar para um novo enquadramento no nosso relacionamento com a UE."

"As relações bilaterais obviamente continuarão a existir no futuro, mas iremos olhar para uma relação com um bloco que aparece com uma voz única no cenário internacional”, explicou à Lusa.

Relativamente à próxima presidência espanhola da União Europeia, Timor-Leste está “optimista”, dadas as boas relações com Espanha.

“Temos uma relação muito dinâmica com Espanha, que, nos últimos anos, tem aumentado as ajudas a Timor-Leste. Estamos a contemplar uma série de projectos em que a Espanha poderá participar mais activamente e também há algumas grandes empresas espanholas que manifestaram interesse em participar activamente no desenvolvimento de Timor-Leste”, concluiu o ministro.

No comments:

Post a Comment